A Fundação iniciou o processo de digitalização de seus acervos e através desta Midiateca eles serão gradativamente disponibilizados. O objetivo é contribuir para a pesquisa musical, além de possibilitar o acesso a um abrangente material de referência cultural.

Entre os materiais já disponíveis está o Territórios de Invenção e, em breve, será possível disponibilizar o acervo do maestro Sergio Magnani. O material é composto por partituras, fotos, objetos, libretos, gravações, vídeos, artigos, programas, entre outros, e representa uma fonte inestimável de consulta e estudo para a trajetória do músico e da música em Minas Gerais na segunda metade do século XX. Graças ao apoio do Fundo Estadual de Cultura e a parceria do Arquivo Público Mineiro, o legado de Magnani está sendo organizado e acondicionado utilizando-se o software livre ICAAtoM, desenvolvido em consonância com o Conselho Internacional de Arquivos e amplamente adotado por instituições arquivísticas, com o objetivo de difundir e dar acesso aos conjuntos documentais através da web.

Câmara }entre{ câmeras

33ª e 34ª Semanas da Música de Câmara
Vídeo-Concerto 1 - 8 NOV - 19h - assista no YouTube FEABH - Oficial
MARISA REZENDE (1944)
Pequenos gestos,para violino, viola, violoncelo e piano (2018)

Quarteto Boulanger – Hyu-Kyung Jung (violino), Flávia Motta (viola), Lina Radanovic (violoncelo) e Ayumi Shigeta (piano)

ERNANI AGUIAR (1950)
6 duetos para violoncelo (1985)

Elise Pittenger e Camila Pacífico (violoncelos)

ROBERTO VICTÓRIO (1959)
Exominiaturas II, para vibrafone e violoncelo (2014)

Duo Qattus – Fernando Rocha (vibrafone) e Elise Pittenger (violoncelo)

RUFO HERRERA (1933)
Adagio, para cello e vibrafone (2015)

Duo Qattus – Fernando Rocha (vibrafone) e Elise Pittenger (violoncelo)

Vídeo-Concerto 2 - 13 NOV - 19h - assista no YouTube FEABH - Oficial
HEITOR VILLA-LOBOS (1887-1959)
Sonata Fantasia nº1 – “Desesperance”
Sonata Fantasia nº 2 – Allegro Non Troppo
Sonata Fantasia nº 3 – Largo Moderato

Rommel Fernandes (violino) e Gustavo Carvalho (piano)

Vídeo-Concerto 3 - 20 NOV - 19h - assista no YouTube FEABH - Oficial
DARIUS MILHAUD (1892 – 1974)
Saudades do Brasil (1920) arr. Stanley Silverman

Botafogo
Copacabana
Corcovado
Leme
Sorocaba
Tijuca

DANIEL WOLFF (1967)
Quarteto do Adeus (2016)

Kaddish (sobre temas de Henry Wolff)
Scherzo Rio Grande
Lamento
Libertas (Caipirinha)

Quarteto Guignard – Joanna Bello (violino), Rodrigo Bustamante (violino), Gerry Varona (viola) e Camila Ribeiro (violoncelo)

Podcasts - ouça no soundcloud.com/feabh

Série de podcasts sobre música de câmara do 4º Encontro de Compositores e Intérpretes Latino-americanos (2002). Realizada pela Fundação de Educação Artística (Belo Horizonte/MG), esta série conta com o patrocínio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais BDMG – Cultural), o apoio educacional da Cemig e o apoio cultural da Redeminas.

Curadores: Berenice Menegale, Cristina Guimarães e Valéria Val
Apresentação: Paulo Sérgio Malheiros dos Santos
Produção: Francisco César e Luiz Castro

Mesa-redonda - 18 NOV - 16h - assista no YouTube FEABH - Oficial

Com a mediação do professor Rafael Macedo, o violinista Götz Hartmann (Alemanha), o violista João Carlos Ferreira (Brasil), o violoncelista Marcio Carneiro (Suíça) e a pianista Mirta Herrera (Itália) debaterão a importância da música de câmara na formação profissional do músico.

Territórios de invenção

Música Contemporânea

Série de podcasts dedicada a pensar a música, as artes sonoras e suas relações com o contemporâneo, a partir do trabalho cotidiano de artistas do Brasil. O programa é uma extensão, ou ressonância, do Territórios de Invenção – Residências Musicais, realizado pela Fundação de Educação Artística (Belo Horizonte/MG) em convênio com a Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais. Destinado à formação e à criação musical na contemporaneidade, o projeto teve como objetivo atualizar e partilhar a experimentação na música, e em seu ensino, no interior de Minas Gerais, além de contribuir para difundir alguns conhecimentos e fazeres musicais produzidos na atualidade. Abarcando diferentes gêneros, categorias e formas de fazer música, Territórios de Invenção busca expandir a dimensão criativa e formativa do programa Música Minas, tendo como foco o processo artístico colaborativo.

Entrevistas, produção e edição dos podcasts:
Lúcia Campos, Marcelo Chiaretti e Patrícia Bizzotto

Coleções

Câmara }entre{ câmeras

Territórios de invenção

Sergio Magnani

Rufo Herrera

Rufo Herrera (Argentina, 1963) vive no Brasil desde 1963 e participa ativamente Fundação de Educação Artística. Aqui, teve atuação decisiva na criação de um movimento latino-americano de compositores e intérpretes a na transmissão de um pensamento sobre arte, cultura e educação que preconiza a liberdade, a diversidade e a renovação. Criador do Grupo Oficcina Multimédia e do Quinteto Tempos, membro fundador e compositor residente da Orquestra Ouro Preto, a trajetória musical de Rufo como intérprete, arranjador e compositor (com diversas premiações e um catálogo com mais de 200 obras) transita entre a música de concerto para câmara e orquestra, a música popular latino-americana, o teatro e a ópera contemporânea.

Eladio Pérez-González

Eladio Pérez-González Assunção, 1926 – Rio de Janeiro, 2020), movido por sua paixão pela música, aos quinze anos começou a cantar no coro do Ateneo Paraguaio. Veio em 1947 para São Paulo, onde desenvolveu seus estudos musicais, constituiu família e iniciou as atividades profissionais de cantor. Aperfeiçoou-se nos Estados Unidos, na Alemanha e na França, países nos quais também adquiriu sólida formação teatral. Militante da causa da música brasileira e latino-americana, protagonizou uma longa história de atuações com orquestras e grupos de câmara, performances em óperas e outras obras cênicas brasileiras, além de ter formado, com Berenice Menegale um duo que durou mais de 50 anos.