View archival description

Subseries SM - 3.2 - Atividades Musicais
Reports

Part of Fundo Sergio Magnani

Identity area

Reference code

SM-SM - 3-SM - 3.2

Title

Atividades Musicais

Date(s)

  • 1952 - 2000 (Accumulation)

Level of description

Subseries

Extent and medium

Programas de Sala impressos em papel.

Context area

Name of creator

Sergio Magnani

Biographical history

Archival history

Arquivo acumulado por Sérgio Magnani durante suas atividades profissionais, doado em vida à Fundação de Educação Artística por meio de testamento.

Immediate source of acquisition or transfer

Doação do acumulador à Fundação de Educação Artística por meio de testamento.

Content and structure area

Scope and content

Programas de Sala acumulados por Sergio Magnani.

Appraisal, destruction and scheduling

Arquivo permanente fechado sem eliminação.

Accruals

Arquivo permanente fechado.

System of arrangement

Arquivo organizado em série, subsérie, dossiê e item.

Conditions of access and use area

Conditions governing access

Arquivo disponível por meio eletrônico no site da FEA/IcaAtom. Para consulta aos originais, entrar em contato com a FEA.

Conditions governing reproduction

Arquivo disponível por meio eletrônico no site da FEA/IcaAtom. Para consulta aos originais, entrar em contato com a FEA.

Language of material

  • Portuguese

Script of material

Language and script notes

Physical characteristics and technical requirements

Documento em bom estado de conservação.

Finding aids

Fundação de Educação Artística.

Allied materials area

Existence and location of originals

Fundação de Educação Artística.

Existence and location of copies

Related units of description

Notes area

Note

Nos 50 anos que Sergio Magnani viveu no Brasil desenvolveu intensa atividade musical, como maestro, pianista, professor, compositor e arranjador. Embora o Fundo Sergio Magnani abrigue um número significativo de programas de sala nem todos estão presentes. Podemos no entanto ter uma boa ideia da intensidade, da variedade e da qualidade da atuação musical do maestro no Brasil.

Note

Até os anos 1940 Belo Horizonte não tinha ainda um teatro apropriado para grandes concertos e óperas. As obras da construção do futuro teatro municipal tinham sido interrompidas e os eventos aconteciam em auditórios de escolas como o Instituto de Educação e Colégio Isabela Hendrix, em igrejas como a Igreja de Lourdes e no então Conservatório Mineiro de Música. Em eventos maiores era usado o auditório da Secretaria de Saúde e Assistência.

Para atender à demanda por concertos, óperas, dança e teatro foi construído às pressas no Parque Municipal o Auditório do Parque também chamado Teatro Provisório, inaugurado em 1950. Mais tarde foi-lhe dado o nome de Teatro Francisco Nunes. Sua administração ficou a cargo da Sociedade Mineira de Concertos Sinfônicos e da Sociedade Coral de Belo Horizonte, que o ocupavam quase o ano inteiro com concertos e óperas.

Considerado precário quanto às suas condições de funcionamento ainda assim funcionou até 1971, quando foi inaugurado o Palácio das Artes, construído onde seria o teatro municipal.

Fazia parte do acordo de concessão do Teatro Francisco Nunes à Sociedade Mineira de Concertos Sinfônicos a apresentação de diversos concertos durante o ano. Nesta época Sergio Magnani era o regente titular da orquestra e regia ali frequentemente concertos e as óperas da Sociedade Coral.

Com a inauguração do Palácio das Artes em 1971 os concertos e óperas passaram a ser realizados ali, podendo contar com a Orquestra Sinfônica e o Coral Lírico de Minas Gerais e a Companhia de Dança de Minas Gerais e todos os recursos técnicos que o novo teatro oferecia.

Access points

Subject access points

Place access points

Name access points

Description control area

Description identifier

Institution identifier

Rules and/or conventions used

Status

Level of detail

Dates of creation revision deletion

Language(s)

Script(s)

Sources

Accession area

Actions