Um programa de transformação social

todos podem colaborar

A cada momento, a Fundação de Educação Artística confirma a certeza de que belas vocações musicais se encontram em todos os níveis da sociedade. Amparar essas vocações e orientá-las significa possibilitar que jovens de baixa condição econômica tenham a oportunidade de se preparar para uma atuação profissional no campo de sua aptidão específica, o que, certamente, lhes dá a perspectiva de um futuro mais feliz.

O programa de bolsas de estudo da Fundação, portanto, mais que de inclusão social, é um programa de transformação social para o qual convocamos a sociedade a colaborar. A partir desse chamamento, hoje contamos com o apoio da Cemig e de várias pessoas, seja através da destinação de parte de seus impostos de renda ou por contribuição direta.

A escolha do(a) bolsista

Todos os anos, a Fundação recebe um grande número de pedidos de bolsas e a seleção é feita por meio de entrevistas pessoais para analisar o grau efetivo de interesse do jovem em ser um profissional da música, bem como suas condições econômicas.

Se o pedido puder ser atendido, ele inicia sua formação com os professores da Fundação. A formação prevê aulas de musicalização e de instrumento, com o custo mensal de R$ 500,00. Tendo em vista o período letivo de 10 meses, o investimento em cada candidato é de R$ 5.000,00/ano.

A cada ano, o número de bolsas depende dos recursos arrecadados através de contribuições diretas e incentivadas, junto a pessoas físicas e empresas. Assim, visando aprimorar nosso papel na formação dos estudantes e ampliar o rigor no estudo da música, cada bolsista passa por um período probatório. Ao final deste período, os professores da Fundação fazem uma avaliação sobre seu desempenho e possibilidades. Se o aluno agraciado corresponder à avaliação, ele continuará com a bolsa. Caso contrário, abre-se a oportunidade para outro candidato.

O papel do(a) bolsista como multiplicador(a)

Ao longo de nossa história, que teve início em 1963, formamos aproximadamente 16.500 alunos, dos quais 5 mil foram bolsistas. Hoje, grande parte deles estão em diferentes formações musicais profissionais, em universidades, são multiplicadores do ensino musical e mantêm acesa a chama da esperança em um futuro melhor para todos.

A Fundação sempre buscou, em toda sua trajetória, despertar cada bolsista para a dimensão humana do aprendizado, assim como envolver um a um no compromisso com os próximos jovens talentos que, porventura, não possam custear sua formação e seus instrumentos.

Transforme seu imposto de renda em música!

Para estimular o engajamento de pessoas físicas e empresas nesta ação transformadora, a Lei Federal de Incentivo à Cultura autoriza o doador a incluir a quantia doada como despesa dedutível e, assim, o valor é restituído ao doador. Isso é válido para pessoas e empresas cujo modelo de declaração do IR é o modelo completo. Mas também é possível – e muito bem-vinda – a contribuição direta para nosso programa de bolsas de estudos.

Como fazer uma contribuição incentivada?

1. Faça uma estimativa de quanto será seu imposto devido na próxima Declaração do Imposto de Renda, modelo completo. Para isso, tome como base o valor pago no ano anterior. Do total do imposto devido, você poderá repassar para a Fundação até 6% (Pessoa Física) ou 4% (Pessoa Jurídica) que será deduzido do imposto a pagar, ou reembolsado do que foi retido na fonte. Entretanto, você pode doar também valor acima daquele dedutível.

Veja o exemplo:

Imposto devido ano passado: R$ 10.000,00
% dedutível do IR: 6%
Valor da contribuição: R$ 600,00

2. Efetive sua contribuição até o dia 29/12/2020.

Você pode fazer isso através de depósito identificado ou transferência para a conta do Banco do Brasil vinculada ao projeto aprovado no Ministério da Cidadania:

Nome: Associação dos Amigos da Fundação de Educação Artística
Pronac: 203957
CNPJ: 01.294.121/0001-56
Banco: 001 – Banco do Brasil
Agência: 3061-9
Conta corrente: 40.335-0

ATENÇÃO: dados necessários para o depósito identificado:

Identificador 01: inserir número do seu CPF
Identificador 02: inserir o número 02

3. Obtenha seu recibo!

Envie os seguintes dados para contato@feabh.org.br ou pelo WhatsApp (31)98511-2106:

Comprovante de depósito ou transferência bancária
Nome completo
CPF
Endereço
E-mail e telefone

4. Como incluir sua colaboração na Declaração:

Na Declaração Completa há um campo intitulado Pagamentos ou Relação de Pagamentos e Doações Efetuadas. Informe os seguintes dados:

Código: (relativo a Incentivo à Cultura)

Nome do beneficiário: Associação de Amigos da Fundação de Educação Artística

CNPJ: 01.294.121/0001-56

Valor pago: informe o valor doado e que consta em seu recibo

Parcela não dedutível / Valor reembolsado: deixe em branco, pois a Receita fará o cálculo automaticamente.

Como fazer uma contribuição direta, mesmo sem o incentivo fiscal?

Deposite ou transfira diretamente qualquer quantia desejada para a seguinte conta bancária:

Nome: Associação de Amigos da Fundação de Educação Artística – Flama
CNPJ: 01.294.121/0001-56
Banco: 104 – Caixa Econômica Federal
Agência: 2255
Operação: 003
Conta corrente: 332-5

Sua doação pode ser mensal ou pontual e, caso prefira, você também pode utilizar o PagSeguro clicando no botão abaixo.

PATROCÍNIO